italian popular surnames genealogy

Sobrenomes vindos de Nomes Pessoais e alterações de Sobrenomes da Emigração Italiana

Desde o início da história, os nomes eram usados ​​para identificar indivíduos, mas raramente um nome de família era incluído. Mesmo os judeus, que acredita-se terem sido os primeiros a colocar ênfase nas linhas familiares e genealógicas, geralmente não conseguiam identificar permanentemente uma linhagem familiar por um sobrenome.

Os italianos geralmente não usavam sobrenomes, mais com o crescimento disparado da população italiana as famílias precisavam ser distinguidas umas das outras. Assim, a partir do século XV, os italianos das classes mais altas começaram a adicionar um sobrenome (nome da família). Na época do Conselho de Trento (1545–1563), usar um sobrenome era uma prática comum e solidificada por esse conselho quando enfatizavam a necessidade de registrar batismos, casamentos e mortes.

Meu nome italiano, por exemplo, Andrea, um nome popular na Idade Média, demonstra como um nome pessoal pode tornar-se precursor de muitos outros sobrenomes. Andrea é uma variação latina de origem grega “Andros”, que significa “homem”. Esse nome era comum por todo Império Romano e na Itália, principalmente, por causa do prestígio do apóstolo Andrea (evangelista e irmão de Simão Pedro), que pregava o cristianismo em toda a Itália e Europa. Se o chefe da família recebeu o nome de Andrea no período inicial dos registros, seus filhos poderiam ter sido chamados pelo nome Andrei (latino) ou Di Andrea (italiano) para indicar que eram filhos de Andrea. Como os registros e os sobrenomes foram padronizados, uma das variações continuou sendo o sobrenome, que assim tornou-se a base da variação do mesmo.

Andrea é hoje precursor de pelo menos sessenta variações de sobrenomes, entre eles De Andrea, Andreotti, Andreoni, Andreaccio, Andrat e Drei. Cada uma dessas variações ortográficas tem um significado específico que depende dos prefixos ou sufixos adicionados.


Emigração Italiana e as Alterações dos Sobrenomes

Se você tem imigrantes italianos entre seus ancestrais, os nomes deles podem ter sidos alterados à medida que foram assimilados pelo povo local do país novo de origem.

Um sobrenome, como Celotto, poderia ter sido anglicizado ou alterado para se tornar Celotti, Celot, Cellot ou mesmo Cellotto. O mesmo sobrenome também poderia ter sido traduzido para o inglês diretamente do italiano. Exemplos incluem Piccolo se tornando Pequeno, Chiesa sendo alterada para Igreja e Bianco mudando para Branco.

Observe essas alterações nos documentos nos países em que seus antepassados ​​italianos imigraram. Se você ainda estiver explorando registros, tente localizar seu ancestral em uma lista de navio dos passageiros, como os dos Estados Unidos, Canadá e América do Sul. A maneira como o nome do seu antepassado foi escrito na lista de passageiros é provavelmente a maneira como o nome teria sido escrito nos registros italianos. As listas eram frequentemente preenchidas no porto de embarque antes de o navio deixar a Itália.

O rastreamento de registros originais de nascimento de seus antepassados, bem como de outros registros italianos, como casamentos, baptizados, mortes etc. podem fornecer pistas sobre como seu sobrenome mudou ao longo do tempo. Se você precisar de ajuda para começar sua genealogia italiana, os serviços da Celotto Serviços de Genealogia, estão a sua disposição.

Compreender o significado e a origem do seu sobrenome, pode ajudá-lo não apenas a distinguir-se entre famílias com o mesmo nome, mas na Itália, pode ser a chave para localizar o local de origem exato de seus antepassados. Simplificando, motivo pelo qual, certos sobrenomes existem apenas em determinadas localidades da Itália ou são mais comuns em regiões específicas do país.

Portanto, usando meu nome italiano “Andrea” mais uma vez como exemplo, embora o nome Andrei seja comum em toda a Itália, as variações ortográficas D’Andrea e De Andrea são mais comuns no sul; Andreotti, Andreini e Andreaccio são encontrados predominantemente no centro da Itália, e Andrean, Andreasi e Andrat, pertencem mais à região nordeste. Finalmente, as variações eslavas como Andrich, Andreassich e Drei são encontradas apenas na região de Friuli, perto da Iugoslávia. Portanto, as variações ortográficas de qualquer sobrenome podem ser específicas para uma determinada região da Itália e assim sendo crucial para a pesquisa genealógica.

Explorar seu sobrenome pode trazer descobertas interessantes, mas, finalmente, espero que isso o leve a descobrir mais informações sobre a vida de seus antepassados ​​e onde eles moravam. O FamilySearch tem um grande projeto para digitalizar e indexar documentos de registros civis em toda a Itália. Depois de localizar onde seus antepassados ​​moravam, é provável que você os encontre nesta nova coleção de registros da Itália agora disponíveis online no FamilySearch.

Your Comment:

Related Posts

06

out
Novidades

Nosso CEO Andre Celotto, concluiu suas Certificações Postnomial em PLCGS

Eu tenho estudado no Instituto Nacional de Estudos Genealógicos nos últimos quatro anos. Esta semana, recebi minha nota final no curso de Programa de Mentoria em Análises e Habilidades Parte 3, este foi o último dos meus 40 cursos exigidos para receber o PLCGS (Certificado de Aprendizagem Profissional em Estudos Genealógicos). Neste estudo aplicado, completei meus Certificados […]

italian passport

29

set
Cidadania Italiana, Italian History

Registros Italianos e Unificação da Itália

Desde o início da nova República em 1866, o sistema Napoleônico de Registros Vitais Civis foi estabelecido em toda a Itália, e as autoridades da cidade foram nomeadas para registrar todos os nascimentos, casamentos e mortes entre todos os habitantes. No entanto, depois que o Papa Pio IX declarou a Doutrina da Infalibilidade papal e proibiu todos[…]

italy italian flag

22

set
DNA Testing

Como sua Árvore Genética está relacionada a sua Árvore Familiar usando-se apenas o DNA para identificar sua Herança Familiar?

Quando você realiza um Teste de DNA usando qualquer um de nossos afiliados MyHeritage, Living DNA ou FindMyPast, a análise dos segmentos de DNA que você compartilha com outras pessoas poderá indicar as seguintes possibilidades de relacionamento: Pais Criança Neto Avô Tio/ Tia 1º Primo 1º Primo uma vez removido 1º Primo removido duas vezes Bisavô Tio-avô[…]